A tecnologia não substitui o professor, mas pode funcionar como uma forte aliada. Com a modernização das TIC’s, há hoje diversos recursos à disposição dos professores entre todas as áreas do saber.

Os jovens não são os mesmo de anos atrás e os professores precisam se transformar para seguir essa mudança.

O uso da tecnologia pode ser proveitoso no estudo interativo de conteúdos, tornando-os mais atraentes e fazendo com que o aluno adote uma postura mais participativa.

As ferramentas tecnológicas permitem diversificar as metodologias de ensino a abrir caminho para infinitas possibilidades didáticas. O trabalho com ambientes virtuais de aprendizagem são exemplos do potencial da tecnologia para a educação. Os materiais digitais são outro exemplo de como as ferramentas tecnológicas são capazes de auxiliar o desenvolvimento da educação.

Disponíveis para leitura em computadores, tablets e celulares, os e-books surgem como uma forma de estimular a leitura, permitindo aos alunos aliar tecnologia e estudos de forma prática.

Existem diversos recursos tecnológicos que não limitam o aprendizado a uma folha de papel e um lápis para escrever.

Como incentivar os professor a utilizar tecnologia na escola?

Os tempos são outros, portanto, não dá mais para acreditar que aulas expositivas são as únicas formas de aprendizagem.

Para usar a tecnologia com o objetivo de sanar problemas em sala de aula, é fundamental, em primeiro lugar, localizar as dificuldades e necessidades de melhoria

Não é só durante as aulas que a tecnologia pode ser utilizada em uma escola e, definitivamente, os alunos não são os únicos que podem tirar proveito disso. O trabalho do próprio professor fica muito mais eficiente, rápido e prático se certas ferramentas forem usadas na elaboração de suas aulas e, também, em sala de aula.

O ideal é gerar um sentimento de identificação para o aluno e com isso, criar uma aproximação com a realidade vivida em seu cotidiano, que para a geração Y, lidar com dispositivos móveis é algo bastante comum.

Implementando a tecnologia na educação

Existem diversas formas que auxiliam ao professor a proporcionar interação entre os alunos e, ainda, possibilitar que tenham acesso maior e por mais tempo aos conteúdos que leciona.

Como por exemplo, umAVA (ambiente virtual de aprendizagem), onde é possível compartilhar materiais extras, criar fóruns de discussão, entre outros.

Já existem escolas que oferecem ao aluno um tablet ou notebook para utilização durante as aulas desde séries do ensino fundamental ao ensino médio, com o objetivo de ir gerando costume com a utilização de meios tecnológicos em sala de aula para fins educativos.

Um AVA possibilita que os conteúdos possam ser distribuídos de diferentes maneiras, possibilitando à instituição de ensino, diversificar seus modos de compartilhamento de conteúdos aliados à tecnologia.

Um exemplo é a utilização de fóruns dentro de um portal de ensino, onde o professor pode discutir ou tirar dúvidas sobre um assunto que foi dado em sala de aula, e com isso ganhar mais tempo explicando e deixando para o modo online esta discussão.

Outra opção são as videoaulas que podem ser usadas como conteúdos complementares para o aprofundar ainda mais o que foi visto em sala de aula, fazendo assim, um ensino híbrido.

Auxiliando

Engana-se quem pensa que basta colocar computadores na escola e deixar os alunos sem qualquer orientação irá resolver.

É necessário ter um planejamento prévio para uma utilização eficiente de um novo modelo e ensino, por ele contar com diversas mudanças em vários níveis, tais como: infra-estrutura educacional, formação de professores, currículo, práticas de sala de aula, modos de avaliação entre outros. Verifica-se, assim, a importância da formação do professor para que ele utilize as TIC’s (Tecnologias da Informação e Comunicação) em sala de aula de forma integrada ao ensino, não apenas como uma maneira de substituir recursos.

Se as tecnologias puderem ser utilizadas para auxiliar nas ações de ensino e aprendizagem, o ganho, por parte dos estudantes e do professor, será extraordinário.


0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *